Simone Tebet anuncia pré-candidatura à Presidência da República

A senadora Simone Tebet (MDB) é a primeira mulher a entrar na disputa presidencial de 2022 após o anúncio oficial de seu partido sobre sua pré-candidatura nesta quarta-feira (8). O ato de lançamento de seu nome na corrida ao Palácio do Planalto aconteceu em um hotel de Brasília (DF).


Com Simone Tebet pré-candidata à Presidência da República, a lista dos interessados em suceder Jair Bolsonaro (PL) aumenta para 12, contando com o atual presidente na busca pela reeleição.


Entre os nomes mais fortes nas pesquisas estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e agora também com o ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos) que passou a ocupar a terceira posição nas sondagens após sua filiação partidária.


O evento de oficialização da pré-candidatura de Simone Tebet à Presidência da República pelo MDB contou com a participação do presidente da sigla, Baleia Rossi; além do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes; e ainda dos governadores do MDB Helder Barbalho (Pará) e Ibaneis Rocha (Distrito Federal). Os presidentes do PSDB, Bruno Araújo, e do União Brasil, Luciano Bivar, também estiveram no ato, e o Cidadania enviou um representante.


"Essa missão tem clamor da urgência. A urgência porque o nosso povo, o povo brasileiro, está morrendo de fome depois de centenas de milhares de brasileiros terem morrido por uma Saúde omissa, insensível e negacionista", disse Simone Tebet.


 

"Enquanto nos lares faltam cidadãos brasileiros, na rua temos o cenário da indigência total. A nossa missão clama por urgência e é urgente", complementou a pré-candidata do MDB.

 

Michel Temer prega harmonia 

 

Durante o lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet em Brasília, o ex-presidente Michel Temer (2016-2018) enviou uma mensagem em vídeo afirmando que o MDB deve pregar a "harmonia" do Brasil.

 

"Sugerir aos colegas e amigos do MDB que preguem a pacificação do país, preguem a harmonia do Brasil. O povo brasileiro quer isso. Tenho absoluta convicção de que o povo não quer pessoas que dividem o país. Nós, do MDB, sempre pregamos isso e espero que a senadora Simone continue nessa linha, que é fundamental para revelar a história do MDB, as posições do MDB", afirmou Michel Temer.

 

Postar um comentário

0 Comentários