Nova versão da novela 'A Usurpadora' com Sandra Echeverría divide opiniões

A nova versão da novela "A Usurpadora" com Sandra Echeverría teve uma apresentação especial nesta quarta-feira (29) no SBT antes da exibição do último capítulo de "Amores Verdadeiros", mas a estreia oficial acontece no dia 6 de outubro.

Diferente da primeira versão que teve Gabriela Spanic no papel das gêmeas Paola e Paulina contracenando com o ator Fernando Colunga, o remake de "A Usurpadora" foi gravado em formato de série com apenas 25 episódios.

Escolhida para reinaugurar o horário de novelas mexicanas na programação da noite do SBT, a história protagonizada por Sandra Echeverría irá ao ar depois das 21 horas, porque antes a emissora de Silvio Santos exibirá o último capítulo de "Chiquititas".

A exibição especial da nova versão dividiu a opinião do público nas redes sociais. Alguns aceitaram positivamente a produção atual, mas uma grande parte fez comparações com a primeira "A Usurpadora" dizendo preferir a trama original com Fernando Colunga e Gabriela Spanic.

As novelas mexicanas eram exibidas com exclusividade no SBT, mas hoje podem ser vistas em outras plataformas como a Guigo TV nos canais TLN e Las Estrellas, além dos streamings Amazon Prime e Globoplay. 

A versão de "A Usurpadora", por exemplo, que chegou ao SBT, faz parte do catálogo da Amazon Prime. As novelas "Maria do Bairro" e "Marimar" podem ser vistas também na Globoplay. Resta saber o que a emissora de Silvio Santos exibirá após o final de "A Usurpadora".

Postar um comentário

0 Comentários