Carlos Vereza estreia no mundo dos podcasts e fala sobre os temas da atualidade

 No episódio de estreia, Vereza comenta sobre a entrada de Sergio Moro na política, a nova variante do Coronavírus, Academia Brasileira de Letras (ABL) e outros temas da atualidade

O ator e diretor Carlos Vereza está estreando no mundo dos podcasts com uma versão de seu “Nas Veredas do Vereza”. No primeiro episódio lançado nesta sexta-feira (26) disponível nas plataformas de podcasts e que pode ser ouvido no player abaixo, ele faz comentários sobre temas atuais como a nova variante do Coronavírus e a situação política do país, em especial sobre a entrada de Sergio Moro (Podemos) no cenário político como um dos pré-candidatos à Presidência da República.

“Pretendo abordar algumas vezes por semana temas como literatura, política e religião. Espero ser útil e fazer comunicações através da luz e do diálogo”, disse o ator e diretor, que afirma ainda que o espaço será usado para informar e conscientizar os ouvintes sobre temas que interessam a todos. Vereza é lembrado por grandes personagens no cinema e na televisão como o senador Caxias em “o Rei do Gado” e Joaquim em “O Cravo e a Rosa”, entre outros.

Ele também participou da terceira temporada da série “Sob Pressão” como Botelho. No cinema se destacou em várias produções, entre elas: “Memórias do Cárcere” e “Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito”.

O podcast de Carlos Vereza é produzido pelo jornalista e comunicador Antonio Marques, que está envolvido no segmento desde 2011. “O Vereza chega para contribuir com sua história de vida e seu talento como ator e diretor, além de sua voz agradável. O universo dos podcasts só tem a ganhar com sua chegada, pois ouvi-lo, sempre é prazeroso para nossos ouvidos e a nossa mente”, comenta Marques.

O podcast “Nas Veredas do Vereza” terá episódios inéditos todas as segundas, quartas e sextas.

Para ouvir o primeiro episódio, é só clicar no player abaixo ou buscar nas melhores plataformas de podcasts.

 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Carlos Vereza, além de seu reconhecido dom, empenho e sucesso na dramaturgia, nos surpreendeu também por ser premiado cineasta, no exterior, com O TRAMPO, que foi covardemente boicotado no Brasil, mas como diz o velho ditado " o que é do homem, o bicho não come!"
    Agora, generosamente, nos distribui seu inquieto conhecimento, numa busca incessante de solução para nossa pátria. Em 70 anos que tenho de vida, trabalhando ha, 55 anos na arte, e vivendo como uma alerta escoteira,na constante luta ecológica e social, nunca vi alguém amar tanto este país como Vereza, e sempre, com um altruísmo tão exemplar! Parabéns, Carlos, agradecemos a oportunidade de nós brasileiros por todo o mundo, agora podermos,, através de seu podcast, ampliarmos nossa consciência. Muito obrigada. E Viva a Natureza! 🌲❤️🌟 Brita Brazil

    ResponderExcluir